Sabia Dessa? - Últimas horas

Acontecimentos que antecedem o fim

Na madrugada do dia 5 de agosto de 1954, o político e jornalista Carlos Lacerda havia sido vítima de um atentado diante do portão do prédio onde morava, na rua Toneleros, em Copacabana. Dois disparos atingiram quem o acompanhava, o major da aeronáutica Rubens Vaz, que não resistiu e acabou falecendo. A opinião pública conectou as severas críticas de Lacerda ao governo com o atentado recente. De linguagem contundente e contestadora, Carlos Lacerda chegou a chamar o presidente Getúlio Vargas de “monstro”. Assim, o atentado o muniu ainda mais: “Acuso um só homem como responsável por esse crime. É o protetor dos ladrões, cuja impunidade lhe dá a audácia para atos como o desta noite. Esse homem é Getúlio Vargas”, escreveu Lacerda.

Acontecimentos que antecedem o fim

Sabia Dessa? - Liderança

Juventude Castilhista

Quando ainda cursava a faculdade de Direito em 1907, Getúlio e alguns amigos da graduação fundaram o chamado Bloco Acadêmico Castilhista, movimento de estudantes que propagava as ideias de Júlio de Castilhos. Começava aí sua participação na política como pica-pau, a oposição aos maragatos, os federalistas. Desde então se percebia o engajamento do futuro presidente em movimentos e lideranças. Com apenas 25 anos, acabou, inclusive, sendo eleito deputado estadual, com o aval de Borges de Medeiros, governador do Rio Grande do Sul na época.

Juventude Castilhista